segunda-feira, 3 de agosto de 2009

Amor ao fundador , Amor a Obra


Hoje a Katia de SP me procurou pra perguntar algumas coisas sobre chamado, como ela podia descobrir seu chamado a viver em uma comunidade.

Falei pra ela que no início o que importa verdadeiramente é dar passos e se lançar ao que o Senhor está querendo revelar.

Interessante...

Falando disso pude recordar a primeira vez que cheguei na Beatitudes, lembro da Carol me acolhendo no portão da casa de Nazaré, e entrando ficamos ali conversando aguardando o Silvinho terminar o programa Som do céu, que era as 10h de segunda a sexta.

Em um dos intervalos, a Carol me levou até a Rádio Beatitudes, e ali pude dar meu primeiro abraço em meu fundador. Posso dizer do fundo do meu coração, ali o Senhor fincava em mim o amor pelo fundador, este amor que todo vocacionado sente ao ver seu pastor.

A partir daquele momento se fortalecia nossos laços de amizade. O que antes era apenas virtual, ali começava a se tornar concreto, mas que tmb ía no mais profundo do meu ser.

Não precisou tanto tempo para descobrir que ali era meu lugar. Bastou 15 dias de convivência para saber que Deus tinha algo muito forte para fazer em minha vida naquele lugar!

Ali começava a história em minha vida de um carisma que me conquistou: O Carisma da fidelidade! E posso te dizer que o amor a obra também nasce do amor que o fundador tem pelos seus filhos.

Foi assim comigo, e tenho certeza que é assim com todos aqueles que vivem em Comunidade. O olhar do filho pelo seu fundador é especial , e este olhar ninguém tira o brilho. Este brilho significa, admiração, respeito, amor...várias seriam as formas de traduzir este brilho.

O amor molda os laços, as formas de conviver um com o outro, o amor sela o respeito e a admiração, o amor lança fora os traumas e os medos , o amor nos faz conviver com o outro e saber que ali habita a Deus independente do seu temperamento, o amor nos ensina a sentar na varanda para ouvir uma históriae também ouvir lindas canções inspiradas por Deus, o amor nos ensina a cada formação, a cada oração, a cada olhar, a cada silêncio, o amor nos concretiza como filhos de um mesmo carisma, o amor lança fora os medos de toda lapidação, o amor nos une em um mesmo carisma para sermos fiéis até o fim, mesmo sem entender!

Várias poderiam ser as formas de falar do meu fundador, mas eu preferi ficar com a melhor parte, encostar em meu canto, reler o meu livro, e degustar de cada momento que já estive na presença daquele que faz de tudo para transmitir o carisma que a ele foi confiado... reviver tais momentos e sonhar ...

Sonhar? Sim, sonhar!

Sonhar com os projetos de fidelidade que o Senhor tem para nossa comunidade, sonhar com o dia em que estaremos todos juntos, velhinhos , sentados na praça partilhando as maravilhas que o Senhor fez nesta obra.


VALE A PENA SER FIEL! VALE A PENA ESPERAR NO SENHOR! VALE A PENA SOFRER AS DEMORAS DE DEUS. VALE A PENA DIZER SIM COMO OS APÓSTOLOS DE JESUS DISSERAM! VALE A PENA SER COMUNIDADE BEATITUDES DO CORAÇÃO DE JESUS! VALE A PENA SER FIEL ATÉ O FIM, MESMO SEM ENTENDER!!!


Renata Bambu

2 comentários:

Akio disse...

Parabens Renatinha por sua postagem!!Amei!
Ao ler comecei a lembrar da minha mãezinha de oraçaõ que se chama Maria lucia, e me tocou muito e fez-me lembrar que ela ja me disse que Deus tem algo preparado para mim e que tbm logo estaria em uma comunidade, quero me entregar nas maõs do Senhor para que ele decida e faça-se em mim a vontade dele!!
Com Deus ate o Fim Mesmo Sem Entendee!!
Beijos!!

DIEGO TALES disse...

Muito especial esta postagem, têm ajudado a discernir um pouco a minha vocação, Valeu Renata!
Deus abençõe!
A foto já está disponivel.